Prefeitura de Queimados - Mais Trabalho e Novas Conquistas
Facebook   Instagram   Youtube   Flickr   Blogspot

Noticías


Teatro itinerante faz parada nas escolas de Queimados e cultura indígena entra em cena

Peça “Curumim” aborda cotidiano de aldeia e surgimento do termo ‘mandioca’. Espetáculo itinerante foi apresentado a mais de 600 alunos da rede municipal

12/09/2019 14:48

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

Alunos da rede pública de Queimados embarcaram numa aventura pra lá de animada esta semana. O BuZum – teatro itinerante - fez parada nas Escolas Municipais Doutor Cledom Cavalcante e Profª Maria Corágio Pereira Xanchão com o espetáculo “Curumim: a origem da mandioca, uma homenagem à cultura indígena, seus costumes e sua relação com a fauna e flora regional brasileira.

O projeto é uma parceira entre a Prefeitura e o Instituto CCR/ Nova Dutra e se apresenta por meio da Secretaria Especial da Cultura – Ministério da Cidadania. A iniciativa já percorreu mais de 350 mil quilômetros para realizar 10 mil apresentações para mais de meio milhão de espectadores, em 2 mil escolas públicas de nove estados brasileiros (São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Bahia, Minas Gerais, Maranhão, Espírito Santo, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul), além de Porto Suarez, na Bolívia.

Com a duração de aproximadamente 20 minutos, as sessões encantaram os pequenos alunos e também o corpo docente das instituições de ensino da rede municipal. “Receber qualquer projeto cultural no ambiente escolar é de grande valia, pois muitos não tiveram esse tipo de acesso ainda. Isso é muito importante para a formação deles e corrobora com os trabalhos pensados em sala de aula no que diz respeito à valorização das origens do povo brasileiro. O pessoal aqui ficou tão animado que eu tive que sortear quais professores poderiam participar (risos)”, declarou a diretora da E. M. Xanchão, Ellen Alves.

A pequena Ana Júlia Toledo (5) se mostrou empolgada com a apresentação. “Eu aprendi muito sobre os índios, que eu já conhecia porque alguns foram na minha igreja uma vez. A tia da peça falou sobre a aldeia e perguntou se a gente gostava de mandioca e eu disse que eu gosto muito”, contou a aluna do Pré-II.

Ao fim da apresentações, que acontecem dentro de um veículo refrigerado e equipado com aparelhos de som e iluminação, os espectadores mirins receberam livros de colorir e um kit de teatro ‘dedoche’ (fantoche com os dedos); já os professores ganharam livros com propostas de atividades pedagógicas sobre o assunto.

Últimas Notícias

keyboard_arrow_left
    

A jovem já busca recursos para disputar bi-campeonato mundial da modalidade no ano que vem

Projeto da docente desenvolvido com alunos de escola pública combateu às fake news sobre a vacinação contra o sarampo

Evento será realizado na Praça dos Eucaliptos e deve receber cerca de 20 expositores e 5 mil visitantes

Padrinhos têm até 30 de novembro para entregar presentes na agência da cidade. Festa natalina acontecerá em 10 de dezembro no Teatro Metodista

C. E. Prefeito Luiz Guimarães é a primeira escola estadual a ser contemplada com o programa

Documento que visa facilitar ações em casos de emergência foi apresentado às autoridades municipais nesta quarta (23)

Os cerca de mil profissionais da rede pública participaram de evento especial com direito a show de humor, música e prêmios

Símbolo de longevidade, sabedoria e equilíbrio, o bonsai, reunirá admiradores neste sábado (26)

    
keyboard_arrow_right
Facebook     Twitter     Youtube     Flickr     Blogspot