Prefeitura de Queimados - Mais Trabalho e Novas Conquistas
Facebook   Instagram   Youtube   Flickr   Blogspot

Noticías


Especial ‘Dia dos Pais’: Paternidade integral na superação das barreiras do autismo

Conheça a história de Marcelo e Rafael, dois pais que abriram mão da vida profissional em prol do desenvolvimento dos filhos

09/08/2019 16:51

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

Após uma gravidez marcada por problemas familiares e um parto complicado, o pequeno Riquelme (7) veio ao mundo para mudar para sempre a vida dos moradores do bairro Jardim Queimados Marcelo Costa (40) e Taiane Lourenço (31). Desde então, certas características chamaram a atenção de ambos para o fato do menino ser diferente das crianças de sua idade, tais como dificuldade para andar e falar, preferência por permanecer deitado, convulsões e engasgos frequentes, além de irritabilidade sem motivo aparente.

Com uma rotina cheia e a necessidade de assistência constante, Riquelme provocou em Marcelo a decisão de abrir mão do emprego de auxiliar operacional para se dedicar exclusivamente ao filho. Resolução que ainda causa estranheza em alguns. “Preferimos que ela continuasse no emprego de merendeira e eu cuidasse dele. Foi o amor e o carinho que eu sinto por ele e ele por mim que me fez escolher isso. Algumas pessoas têm preconceito pelo simples fato de eu ser homem e o acompanhar enquanto a mãe trabalha, mas não nos importamos, porque o que vale é ele se desenvolver”, declara emocionado.

A suspeita de autismo, confirmada por especialistas quando Riquelme tinha 1 ano e 8 meses, incluiu o pequeno no grupo de 1% da população brasileira que tem o Transtorno do Espectro Autista (TEA), de causas desconhecidas e que gera uma série de consequências no desenvolvimento. Por meio da inclusão e do diagnóstico precoce, os pacientes podem usufruir de uma boa qualidade de vida.

Parte desta inclusão começou com o ingresso do menino na rede municipal de ensino de Queimados. Com a presença de cuidadores, Riquelme passou a mostrar sinais de desenvolvimento ao frenquentar a Creche Vereador Gilberto Peres de Oliveira (Gil do Glória). Depois, foi matriculado na Escola Municipal Prof. Maria Corágio Xanchão, onde cursa o pré II e participa das atividades de uma das 17 salas de recurso oferecidas pela Prefeitura de Queimados na rede municipal de ensino.

Duas vezes por semana, os alunos com deficiência e/ou transtornos de desenvolvimento interagem em ambientes dotados de equipamentos, mobiliários e materiais didáticos e pedagógicos que proporcionam condições de acesso, participação e aprendizagem. E Marcelo faz questão de acompanhar cada um destes momentos de perto.

“O Riquelme melhorou muito desde que começou a estudar. Não para de falar (risos) e sempre quer vir pra escola para estudar com o ‘tio Léo’, até aos fins de semana. Ele está super adaptado à rotina e aos funcionários, sempre atenciosos”, conta satisfeito.

Rafael Ledra (32) é outro a encarar os desafios da paternidade de forma integral. Pai solo, o morador do bairro Paraíso acorda de madrugada para preparar lanches e mochilas das gêmeas Alice e Alana (3) e da caçula Bruna (2). Depois, leva as pequenas até a Creche Municipal Iracema Garcia, localizada no bairro Vila do Tinguá, onde estudam desde o início do ano letivo.

Sem a presença da mãe das meninas - que após a separação deixou a cidade -, o rapaz lida com a suspeita de que a filha mais nova tenha Transtorno do Espectro Autista. “Minha mãe e eu desconfiamos porque ela não fala ainda, não brinca com as irmãs e é muito agitada. Então estamos investigando a possibilidade do autismo. O atendimento na creche é muito bom, a Bruna se desenvolveu muito lá e temos toda a assistência nesse sentido. Nunca vi uma creche particular tão boa quanto essa pública”, conta Rafael.

Sempre participativo, ele acompanha todas as programações na unidade, ajuda as filhas com os deveres de casa e acompanha a caçula nas atividades desenvolvidas no Centro de Atendimento Educacional Especializado de Queimados. “Foi um pouco difícil abrir mão da minha vida profissional para cuidar delas, mas com a ajuda da minha mãe estou conseguindo. Vale muito a pena! Cada dia que essas pequenas dão um sorriso pra mim é um vitória”, declara emocionado.

De acordo com a diretora da unidade, Aline Cordeiro, a história da família causa admiração em todos que a conhecem. “Ele (Rafael) é muito cuidadoso com as meninas. É responsável e muito caprichoso com elas, todos lá na creche admiram. Um verdadeiro exemplo para todos os homens que se tornam pais”, concluiu a educadora.

Além das salas de recursos, a rede de ensino de Queimados também conta com o Centro de Atendimento Educacional Especializado de Queimados (CAEEQ). No equipamento, funcionam oficinas pedagógicas como letramento, psicomotricidade, Educação de Jovens e Adultos (EJA), estimulação infantil, matemática e raciocínio lógico, desenvolvimento fonológico e arteterapia, além de  atividades voltadas para os responsáveis e familiares dos estudantes durante o atendimento.

Últimas Notícias

keyboard_arrow_left
    

Pacientes da Clínica da Família do bairro Eldorado receberão palestras sobre ‘Prevenção à Depressão’

Além de shows, evento contará com venda de assessórios, estúdio de tatuagem, almoço e motociata de conscientização sobre uso da linha chilena. Entrada é franca.

Prefeitura de Queimados mantém residências terapêuticas que ajudam pacientes com transtornos mentais abandonados pela família

O encontro reuniu cerca de 50 profissionais de saúde e moradores no auditório da SEMUS

Prefeitura também deu início às obras de acessibilidade à nova unidade de saúde que será inaugurada ainda este semestre

O cronograma já conta com datas previstas para depósito das duas parcelas do 13º salário

O encontro acontecerá nesta segunda (20), no auditório da SEMUS

Em reunião realizada nesta segunda (13), prefeito Carlos Vilela assinou termo de adesão ao serviço, que emitirá documento em 44 minutos

    
keyboard_arrow_right
Facebook     Twitter     Youtube     Flickr     Blogspot